Riots in Lisbon

Saturday, September 15, 2012

Eu não sou contra a Troika! Há um ano atrás se não fosse o dinheiro que nos emprestaram, tínhamos entrado em bancarrota. Lembrem-se que a crise não se sente apenas na Europa, a crise é mundial! No entanto, neste belo país, para além da crise, ainda estamos todos a ser enganados pelos representantes do nosso governo. Enquanto uns passam fome, outros vivem à grande e à francesa. Ora, estamos em Portugal, não em França! O povo já não tem dinheiro para continuar a pagar as regalias dos senhores que estão no poleiro. Infelizmente, já ninguém consegue mudar as mentalidades neste país. Fomos temidos outrora, agora somos simplesmente pacíficos e orgulhamo-nos em dizê-lo publicamente. Eu não sou a favor da violência, nunca serei, mas estes meninos já mereciam umas palmadinhas no rabo por mau comportamento.

Estou a pagar uma dívida que não contraí! Nunca vivi à custa dos contribuintes dos outros e nunca me ofereceram um carro topo de gama. E pergunto eu: "Onde foram estes meninos buscar o dinheiro para todas estas mordomias?". Não foi ao bolso deles com certeza! Temos um país fantástico, rico e sem igual mas infelizmente com péssimas pessoas a dirigi-lo. O problema já vem do tempo do senhor Mário Soares, António Guterres, Jorge Sampaio, entre outros, que esbanjaram até mais não.

É uma vergonha a situação do nosso país! Cada vez mais me pergunto se os nossos actuais dirigentes se sentem ameaçados por outros, que já lá estão há mais tempo, e cuja palavra "corrupção" faz parte do vocabulário do seu dia-a-dia.

A manifestação de hoje foi, sem dúvida, um acontecimento que vai ser relembrado durante muito tempo. Fomos um povo unido e, com orgulho, dissemos "Basta"! Já chega de decisões tomadas apenas em prol de alguns, que em vez de melhorarem a nossa situação só estão a piorá-la. Ora, mesmo que os patrões ganhem mais algum dinheiro ao final do mês (ao descontarem agora 18%), vão acabar por perder também, pois a população continuará a não ter possibilidades para incentivar o consumo, tendo em conta os novos cortes apresentados pelo governo. Os políticos falam de boca cheia e, na maior parte das vezes, sem fundamento e com bastante indiferença pelas pessoas desempregadas, que passam fome. Não quero pagar uma dívida sozinha! Quero ajudar sim, mas quando todos ajudarem por igual!

O nosso Primeiro Ministro, a meu ver, foi uma desilusão (principalmente para mim que votei nele). Não está, nem de perto, preparado para o cargo que lhe foi atribuído. É óbvio que estes políticos querem alimentar o desemprego! Mas que outra escolha (em termos de dirigentes para o governo) temos? Quem podemos escolher para, acima de tudo, nos respeitar?





Image source: sábado


Com amor,
Rute Pinto.

You Might Also Like

0 Comments

FOLOW ME ON INSTAGRAM

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images